sábado, 16 de novembro de 2013

Sobre a marginalização das HUMANIDADES no ensino secundário



Caros amigos,


Em face de uma notícia que recebi anteontem, fiquei escandalizada. A notícia é esta:
«Sabe-se que a FALTA das HUMANIDADES no Ensino é 1 das causas da crise actual. Mas a Presidente da Assoc Professores Português acha q os alunos que vão para Ciências não precisam de estudar Literatura. Achará ela que Literatura não é Português? Ou entenderá, como muitos dirigentes políticos, que quanto mais iliteracia houver na população, mais fácil é des-governá-la? Quanto mais inculto é o povo, melhor, não é?
Maria Alzira Seixo»

Não se pode ser mais retrógrado do que esta Presidente da Associação dos Professores de Português, pois os programas tem vindo a diminuir de qualidade, com cada vez menor recurso a textos literários, pois se entendia que o texto literário é um «género» especial de texto, como o anúncio, o slogan, a entrevista, a carta, o requerimento e outros. Deixou-se de entender o carácter modelar desse texto, a sua aptidão para cativar os alunos para a leitura e para a boa escrita.
Ora destas qualidades todos precisam, alunos de letras e de ciências: lembremos apenas os ilustríssimos exemplos de escritores «de ciências»: de Júlio Dinis, a Lobo Antunes (aos vários médicos irmãos), a Fernando Namora, António Gedeão, etc., etc..

Ora, pela 1ª vez, com o trabalho solicitado a óptimas professoras do ensino secundário e superior, o Ministério está a estabelecer as METAS CURRICULARES que repõem as coisas nos eixos, e reflectem na prática as boas normas que coincidem com a sensatez da maioria.
Peço-vos assim , por favor, que façam cair uma chuva de protestos,  e pareceres para a DGE. É mesmo necessário, porque já sabemos quias os pareceres que vamos receber da Associação de Professores de Português...
É preciso apoiar esta nova orientação do Ministério, a bem dos nossos filhos e netos.
Proponho que envio um texto como est e

Repudio o parecer emitido pela Presidente da Associação dos Professores de Português que entende que  os alunos que vão para Ciências não precisam de estudar Literatura.
Os estudantes de Ciências necessitam de Literatura e de cultura, como toda a gente!
Assinem e enviem para a Dir. Geral competente  do Ministério Educação

Anexo um breve texto tirado do site do ME sobre este assunto, e onde poderão seleccionar a Dir. Deral ou a Secretaria de estado a que quiserem enviar o vosso protesto. Eu vou mandar para o gabinete do Secretário de estado do Ensino Básico e Secundário.

Não fiquem passivos! Lembrem-se dos vossos filhos e netos, e da cultura deste país que está dominada pelo futebol. Pouco pão… mas muito circo.


 

Maria Vitalina Leal de Matos

Javali atirado pelo penhasco por montanhistas (vídeo)

Montanhistas, em Espanha (Picos da Europa), a atirarem um javali de um penhasco abaixo! Criminosos! No seio da Natureza, no habitat do pob...