segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Nada justifica a crueldade

Haja respeito pelos animais! Respeito e dignidade ao longo da sua existência, sejam humanos ou não humanos.

A realidade que este vídeo da PETA apresenta é mesmo REALIDADE. É horrível, remexe-nos as entranhas, revolta-nos, enoja-nos, faz-nos chorar, gritar e pensar que nada disto faz sentido porque nunca a crueldade sentido fará. A crueldade e a tortura.

As pessoas que comem carne, que não conseguem (ainda) prescindir da carne, devem ver o vídeo até ao fim, pois só assim ficarão a saber o que se passa nestes lugares aterradores que são os matadouros (no vídeo abatedouros) e, sobretudo, constatar como é dolorosa a falta de compaixão para com aqueles seres que sentem profunda e dolorosamente a morte, que são golpeados e esquartejados ainda vivos, perante o olhar frio e impiedoso de mãos que prendem, atam, esfaqueiam, golpe a seguir a golpe, num cenário impiedoso que ao lucro e gula servirão.

Compreendo não ser fácil as pessoas deixarem de comer carne "de um dia para o outro" mas, também não considero impossível que essas pessoas o deixem de fazer, pois tudo passa pelo esforço e a vontade que cada um de nós tem em mudar este estado de coisas, de uma nova postura perante a Natureza, o Ambiente e até a própria Vida.

Querer é poder.

Nada justifica a crueldade, a humilhação e o sadismo. Nada nem ninguém.





 No vídeo "Glass Walls" (Paredes de Vidro), produzido pela PETA, Paul McCartney expõe de forma detalhada e contundente a indústria de carnes, ovos e leite. Legendado por Aline Caliman e Guilherme Carvalho.

Toureiros & afins

Grande verdade!