quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Querido pai




Partiste


tão trágica


e inesperadamente


que os meus olhos continuam a ver-te chegar


envolto em sorrisos de amor


trazendo nas palavras


e nos gestos


a simplicidade feita ternura



 
Nazaré Oliveira

        "In Pace" sempre para ti, pai! 
     Sempre com eterna saudade, pai!

Sr. Bruno Carvalho, tenha vergonha!

Já não há pachorra para aturar este indivíduo!  Um indivíduo tão malcriadamente desafiador do bom senso, tão arrogantemente agar...