domingo, 5 de abril de 2015

O olhar de um cão

Meu querido Snoopy!






Nada se compara ao olhar de um cão, mesmo quando esse olhar se fecha, 

lentamente, para abrir no amor eterno.



 

Nazaré Oliveira

Sr. Bruno Carvalho, tenha vergonha!

Já não há pachorra para aturar este indivíduo!  Um indivíduo tão malcriadamente desafiador do bom senso, tão arrogantemente agar...