sábado, 10 de novembro de 2012

Lilian Thuram - Contra o Racismo




Parabéns a Lilian Thuram!
Saiu do futebol mas continuou ativo e a trabalhar por um mundo melhor, não pensando só em si, como a maioria dos grandes jogadores quando se retira dos relvados, mas nos outros, de forma absolutamente fantástica e de louvar, como esta , contra o Racismo, contra a segregação racial.
Não nascemos racistas, tornamo-nos racistas.

Esta verdade constitui a pedra angular da Fondation Lilian Thuram – Éducation contre le racisme.
Dado que o racismo é uma construção intelectual e, sobretudo, política, temos de ter consciência que a História nos condicionou, de geração em geração, a considerarmo-nos sempre como negros, brancos, magrebinos ou asiáticos… É importante que percebamos como é que os preconceitos foram criados para que os possamos destruir. As nossas sociedades devem compreender, porém, a simples ideia de que a cor da pele ou o sexo de uma pessoa não definem a sua inteligência, a sua língua, a religião praticada, as capacidades físicas, nem o que gosta ou detesta. Todos nós conseguimos aprender o que quer que seja, tanto o pior como o melhor. Em Lisboa, no quadro do Programa Gulbenkian Próximo Futuro, Lilian Thuram irá apresentar a Fundação, bem como a sua Comissão Científica e as suas principais atividades desde 2008 (ano da sua criação), participando depois no debate com o público sobre as várias formas de racismo.

Parabéns. Espero poder lá estar.

LILIAN THURAM (Guadalupe, 1972) Prestigiado jogador de futebol, foi campeão do mundo em 1998, campeão da Europa em 2000 e vice-campeão do mundo em 2006, para além de outros numerosos títulos. Deteve, até 28 de outubro de 2008, o recorde de presenças na seleção francesa (agora em poder de Sandrine Soubeyrand, a capitã da equipa francesa feminina). Em 2008, criou a Fondation Lilian Thuram - Éducation contre le racisme (www.thuram.org).

Toureiros & afins

Grande verdade!