domingo, 10 de junho de 2012

Euro 2012 na Ucrânia


Pelo julgamento do governo ucraniano pela morte de milhares de animais

Custa ver estas imagens?

Sim, mas é uma ínfima parte da realidade que neste momento se está a passar na Ucrânia, por causa do "futebol"!

A Ucrânia já assassinou à volta de 80.000 cães, das formas mais cruéis que se possam imaginar.

De acordo com a PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais), a Ucrânia está a envenenar, a abater a tiro, e, em larga escala, a queimar vivos milhares de cães e gatos vadios de forma a encobrir a negligência, o abandono e a falta de políticas profiláticas que há muito deveria ter implementado.

O site da organização diz que as autoridades de Lysychansk e Mariupol, entre outras cidades ucranianas, estão a usar «camiões crematórios»,devidamente anunciados na televisão nacional, para o extermínio em massa dos animais vadios.

Muitos deles são enforcados ou anestesiados e atirados diretamente para o interior destes veículos.

O abate em massa dos animais já foi denunciado em vários meios de comunicação social e condenado por diversas personalidades, incluindo muitos dos jogadores da seleção alemã.

“Seria cruel fazer isso de qualquer maneira, mas fazê-lo em função do futebol é ultrajante. Muitos cães eram velhos e doentes”,declarou Judith Pein da PETA.

Era (e é) caso para boicote ao Euro 2012!

Um evento que se apoia na “Solução Final” para “higienizar” as ruas e remover os animais “indesejáveis” como se fossem moralmente inferiores como lixo, não merece respeito por ninguém.

De referir igualmente que a FIFA, com uma história terrível também feita de falta de Ética, caso da corrupção, tráfico de influências, branqueamento de capitais, destruição ambiental e agressões aos Direitos Humanos, ao decidir-se pela realização de eventos desportivos como este deveria ter a responsabilidade de exigir que nunca, mas nunca, atitudes deste tipo se pensassem, muito menos se realizassem e, mais grave ainda, sabendo que estão a acontecer, se mantenha silenciosa e cúmplice desta barbaridade, deste holocausto feito em moldes nazis.

O mesmo digo da UEFA e da maior parte das Seleções dos países: nada nem ninguém os impediu ou impediria de tomarem uma posição inequívoca em defesa destes pobres animais e contra aquelas bestas do governo ucraniano que isto decidiram e que, por causa disto, exemplarmente e rapidamente deveriam ser julgadas e punidas.

Não esquecer que a Coca Cola e outros patrocinadores, mesmo sabendo do que se passa, nada de verdadeiramente importante e sério têm feito ou dito contra este massacre selvagem e este ato cruel e desumano.


Isto é INQUALIFICÁVEL!

E não se esqueçam: a indiferença cúmplice também será!


nazaré oliveira



Toureiros & afins

Grande verdade!