quinta-feira, 31 de maio de 2012

Já não somos um país à beira-mar plantado

 




Já não somos um país à beira-mar plantado mas à beira do abismo entorpecido.

Entorpecido pela estupidez, pela ausência de valores democráticos e de justiça e igualdade social e por uma cidadania absolutamente teórica e passiva que Abril de vergonha já cobriu.

Subsídios para as touradas num país à beira do abismo financeiro!

Vergonhoso! Como as “despesas da corte” ou as mordomias de “certos parceiros sociais” que todos nós conhecemos, alimentados (e bem) como os Vampiros (que continuam) que Zeca Afonso melhor do que ninguém retratou!

No passado dia 21/03/2012 foi publicada no Diário da República a lista dos subsídios atribuídos pelo IFAP no 2.º semestre de 2011, tal como se havia publicado a listagem relativa ao 1.º semestre de 2011 no dia 26/09/2011.

Só no ano de 2011, o IFAP atribuiu subsídios no valor de 9.823.004,34 euros às empresas e membros da“família da tauromaquia”, caso de:

Ortigão Costa -1.236.214,63 €; Lupi - 980.437,77 €; Passanha -735.847,05 €; Palha - 772.579,22 €; Ribeiro Telles -472.777,55 €; Câmara - 915.637,78€; Veiga Teixeira -635.390,94 €; Freixo - 568.929,14€; Cunhal Patrício -172.798,71 €; Brito Paes -441.838,32 €; Pinheiro Caldeira -125.467,45 €; Dias Coutinho -389.712,42 €; Cortes de Moura -313.676,87 €; Rego Botelho -420.673,80 €; Cardoso Charrua - 80.759,12€; Romão Moura -248.378,56 €; Brito Vinhas -53.686,78 €; Romão Tenório -283.173,89 €; Sousa Cabral -318.257,79 €; Varela Crujo -188.957,35 €: Assunção Coimbra -330.789,44 €; Murteira -137.019,76 €...

Anda gente a morrer de fome, andam os canis municipais a matar cães e gatos porque não têm mais espaço para os acolher e há 10 milhões de euros aplicados na tourada só no ano de 2011!

E os reformados e doentes crónicos que nem dinheiro têm para pagar os medicamentos e consultas ou taxas moderadoras?

E os Bombeiros, sem meios fundamentais para o combate aos incêndios e até gasóleo?

E as Escolas e Hospitais com falta de pessoal e equipamentos básicos?

E as esquadras da polícia, com carros enfiados em garagens porque não há verba para os arranjar?

E os salários da esmagadora maioria do povo português?

“E as crianças, Senhor?”

Já há crianças a ir para as escolas sem tomar o pequeno-almoço porque há famílias cuja prioridade é pagar a renda para não dormirem na rua! E que mal comem porque dinheiro não têm ou não chega!

Foram cortados subsídios de Natal, de férias… faz-se de conta que a austeridade está a ser para todos e que está a ser repartida com justeza para pagar a dívida portuguesa ao estrangeiro. Que bluf!!!

“Oh glória de mandar, oh vã cobiça!”

Não há dinheiro para nada mas há 10 MILHÕES DE EUROS para a tauromaquia só num ano!

Que nojo!

Que vómito, este, em que o país mergulhou!

Nazaré Oliveira

Toureiros & afins

Grande verdade!