quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Carta da PIDE sobre a fuga de 5.000 judeus alemães

6.09.1938 - Transcrição de uma carta confidencial escrita pela PVDE (P.I.D.E.) a alertar o MNE (Ministério dos Negócios Estrangeiros) sobre os perigos que se avizinham devido ao facto de 5.000 judeus irem deixar a Alemanha.



Exmo. Senhor Director Geral do Ministério dos Negócios Estrangeiros




Com referência ao ofício de V. Ex.ª nº 75-Proc.33, 1 de 3 do corrente, tenho a honra de sobre o assunto fazer referência ao nosso ofício nº 72/38 de 23 de Março de 1938.


Nestas circunstâncias, parece a esta polícia que os nossos consulados devem dificultar a imigração de judeus, tanto mais que a Itália deliberou ultimamente a sua expulsão, o que vem a engrossar a massa invasora.


É do nosso conhecimento que 5.000 médicos vão deixar a Alemanha. A sua fixação em Portugal seria funesta para os médicos nacionais.


A prática tem-nos demonstrado que o judeu estrangeiro é, por norma, moral e politicamente indesejável.


A Bem da Nação

(...)


P.S. : De acordo com a imagem que se apresenta (mapa), no período de 1938-1939 fugiram da Alemanha cerca de meio milhão de judeus que se espalharam por cerca de 30 países, a saber:

África do Sul, 26.100; Argentina, 63.500; Austrália, 8.800; Bélgica, 30.000; Bolívia, 7.000; Brasil, 8.000; Canadá, 6.000; Caraíbas, 3.500; Dinamarca, 2.000; Eslováquia, 5.000; Espanha, 3.000; Filipinas, 700; França, 30.000; Holanda, 30.000; Hungria, 3.000; Itália, 5.000 Japão (não contabilizado), antiga Jugoslávia, 7.000; Noruega, 2.000; Palestina, 33.400; Polónia, 25.000; Portugal, 12.000; Reino Unido, 52.000; Xangai, 20.000; Síria, 3.000; Suécia, 3.200; Suíça, 7.000; Uruguai, 20; USA, 102.200 e Venezuela, 600.

Clique para visitar o MUSEU VIRTUAL ARISTIDES SOUSA MENDES

Ler mais:
http://aeiou.expresso.pt/museu-virtual-aristides-de-sousa-mendes=s25139#ixzz1XLoHZAiS
http://www.annefrank.org/

Toureiros & afins

Grande verdade!