domingo, 16 de outubro de 2016

Raposa morre após ser torturada durante dias por armadilha




Como é possível continuar a usar-se peles de animais sabendo da tortura, sofrimento e crueldades a que foram sujeitos?
Pobres animais! Jamais pararei a luta para os defender. Jamais.
Malditos humanos que isto causam, em nome da vaidade, da futilidade e das suas vidinhas tão ocas e tão insensíveis a quem sofre!
Neste caso, uma raposinha, mas há tantos e tantos mais!... Por favor, partilhem esta notícia! Mostrem mais uma das monstruosidades perpetradas por humanos contra estes seres indefesos.



Raposa morre após ser torturada durante dias por armadilha

14 de outubro de 2016 às 6:40
Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais
Fotos: Reprodução/SWNS

Estas imagens terríveis mostram a morte de uma raposa aterrorizada por uma armadilha. O dispositivo medieval aprisionou a raposa indefesa com seus dentes de metal brutais. Gatos, cães ou até mesmo uma criança poderiam facilmente ter sido vítimas dessa armadilha bárbara usada de forma indiscriminada.
As armadilhas dentadas foram proibidas na década de 1950, mas ainda são mantidas por sádicos que querem infligir dor e sofrimento a animais inocentes. A raposa capturada por sua perna dianteira direita estava tão ferida que teve sua morte induzida em East End, em Londres (Inglaterra).

O dispositivo foi colocado em Tower Hamlets e ainda estava firmemente preso em torno do pé do animal quando a RSPCA chegou ao local. Depois de divulgar fotografias da perna mutilada da raposa, o grupo descreveu a cena comovente.
“Sua perna estava completamente presa no meio e totalmente mutilada. Estava claro que o sofrimento era extremo. Não sabemos quanto tempo ela ficou assim. Não podemos descartar que pode ter sido até por uma semana. Seja qual for o caso, ela estava naquele estado terrível há muito tempo”, declarou Susan Naish, integrante da organização de bem-estar animal.
 A RSPCA está investigando o incidente e tentando descobrir o responsável pelo dispositivo, informou o Express.

As armadilhas Gin, que já foram muito utilizadas no campo para controlar parasitas, foram finalmente proibidas em 1958 e qualquer captura de animais selvagens com os dispositivos pode resultar em até seis meses de prisão e uma multa de £ 20 mil.
“Estas armadilhas são ilegais por uma razão. Eles são brutais e causam muito sofrimento. É absolutamente repugnante que elas sejam usadas em nossa época. Elas não são projetadas para matar, mas para prender o animal até que o criminoso lide com a vítima”, afirmou Naish.

Nota da Redação: A vida de uma raposa indefesa foi encerrada de maneira cruel porque um assassino montou um dispositivo implacável e doloroso.  Armadilhas são métodos de tortura  arcaicos e brutais que deveriam ser proibidos em todo o mundo e restringir apenas o uso de algumas delas não evita a captura, os ferimentos e as mortes dos inúmeros animais vítimas desse horror. Este caso deveria inspirar a justiça a lutar pelo fim de todas as armadilhas e, assim, pela
vida de todas as espécies.

VOTAREMOS APENAS EM CANDIDATOS QUE NÃO ESTEJAM COMPROMETIDOS COM A SELVAJARIA TAUROMÁQUICA

VOTAREMOS APENAS EM CANDIDATOS QUE NÃO ESTEJAM COMPROMETIDOS COM A SELVAJARIA TAUROMÁQUICA Proponho-me a reproduzir aqui o precio...