domingo, 1 de janeiro de 2012

Meu Filho - Meu Natal


Meu filho
Meu Menino

Terna é a noite
Que te acolhe

Meigo o sorriso
Que te beija

Abençoado o regaço
Que te aquece


Na noite fria
De um Dezembro tão esperado

Meu filho
Meu menino


És o sonho de uma Primavera

Renascida

E em cada Dezembro
Florida

Para sempre

Meu filho
Meu Menino

Belo e grande o coração
Que te ama

Meu filho
Meu Menino
Filho-meu
O meu Natal
Poema que fiz para para o meu Francisco, este ano.

O quadro é de Almada Negreiros.

Toureiros & afins

Grande verdade!